• Internet,  Negócios

    A Monster desembarcou no Brasil

    PUBLIEDITORIAL

    monsterlogoUm dos maiores sites de recrutamento do mundo, Monster.com, finalmente estréia sua versão brasileira. A Monster já possuí­a versões em praticamente todos os paí­ses e inclusive, uma versão para a América Latina. Recentemente criaram um site especificamente para o público brasileiro, que é conhecido na Internet por ter caracterí­sticas e necessidades singulares.

    í€ convite da agência que cuida do site, visitei, fiz algumas buscas e testei-o, sob o ponto de vista do usuário e abaixo segue um pequeno relato do que percebi.

    • A primeira coisa a relatar num site de empregos, obviamente, é a busca. Simples e direta, porém com poucos resultados. Mandei listar todas as vagas disponí­veis em São Paulo e voltaram 43. Ok, isso se releva, já que é a estréia do site no Brasil e a versão internacional não era muito conhecida por nós.
    • A experiência ao digitar meus dados também não foi boa. São muitos dados numa tela só, não há a possibilidade de salvá-los parcialmente, se eu não preenchi ainda todos os campos obrigatórios. Isso dá preguiça, cansa, mesma sabendo que o nego tá preenchendo uma ficha para procurar emprego. Ele quer que seja fácil e rápido.
    • Não encontrei uma opção para importar dados de um documento ou outro site. Apenas uma parte de anexo de currí­culo, que mesmo assim me pede para digitar diversos campos manualmente, os mesmos exigidos para quem escolhe a opção de digitar (sem o anexo). Detalhe, chamar o formulário de “monster”, dá a entender que ele é enorme. #fikdik.
    • O layout é leve e bonito, bem simples de se navegar. Tem uma boa arquitetura da informação (a busca está onde esperamos que esteja, o menu é auto-explicativo, etc). Ponto positivo.
    • Já a usabilidade deixa um pouco a desejar. Algumas inconsistências podem fazer o usuário desistir, por ter que pensar demais antes de agir. Dois destaques: ao selecionar uma localidade no menu dropdown da página de busca, o menu continua aberto; preenchendo meus dados de perfil, algumas opções mudam minha navegação, por exemplo, ao clicar em Mí­dias, some o menu.
    • Gostei do resumo do “job description” ao passar o mouse sobre os resultados de uma busca. Uma pequena inconsistência notada nessa parte é o link sem tradução “full job description”.

    job description

    • A área de Carreira, ainda no começo também, já possui vários artigos interessantes, mas ainda é pouco. Se aceitam sugestões, penso que poderiam haver testes, entrevistas com pessoas do mercado, empresários bem sucedidos, avaliações de Q.I. e inclinação profissional, geradores automáticos de cartas de apresentação e quem sabe até informações trabalhistas. Espero que evolua nesse sentido.
    • Há também uma área chamada Networking (obviamente, pouco populada), que dá a entender ter a intenção de ser um mini-linkedin. Funções sociais de mensagens, indicação, recomendação, contato, etc. Mais uma vez, penso que poderia já ter começado com uns perfis de convidados, super bem preenchidos, para dar exemplo e fomentar o preenchimentos dos novos usuários. O pessoal acaba deixando por fazer, ficando assim:

    monsterbrasil networking

    Conclusão

    Acho bem legal uma empresa como a Monster se interessar pelo mercado brasileiro, mas espero sinceramente que eles fiquem atentos para os pequenos detalhes e se empenhem em fazer o site ficar tão bom quanto o internacional, pois a grande vantagem que ele possuem sobre os concorrentes é justamente a integração da base de dados de vagas com os outros afiliados no resto do mundo.

    E você? O que achou do Monster Brasil?

    O Monster Brasil quer saber o que você acha do novo site e está premiando feedbacks dos seus usuários. Faça um post como esse em seu blog, dizendo o que você achou do site do Monster no Brasil, com crí­ticas e sugestões, e depois faça um trackback ou um comentário aqui nesse post, informando o link do seu blog. Os 10 primeiros vão faturar um livro “A cabeça de Steve Jobs“, cedido pela Monster Brasil.

    UPDATE: CONCURSO ENCERRADO (18/06/09)

    Os ganhadores do livro “A cabeça de Steve Jobs” foram:

    Parabéns e obrigado pela participação. A Diana Santos, da agência ViaNews, vai entrar em contato com vocês via e-mail para pegar seus endereços e remeter seus livros.

    * Este é um publieditorial. Faça como esse cliente e anuncie neste blog.

  • Internet

    Pedido especial

    Já vi mensagens que apelam para a caridade das pessoas, outros sentimentos bons e muitos sentimentos duvidosos, como a curiosidade mórbida ou da vida alheia, mas essa aqui é bem sacana. Se apoiando na atual crise internacional, sentimento coletivo de fim de ano, o fdp em questão cria uma mensagem que simula o envio de um currículo, fingindo uma demissão nessa época do ano. Putz! Muita gente vai querer ajudar o coitado, não é?

    Infelizmente, trata-se de um trojan do tipo Banker, daqueles que roubam suas senhas enquanto você navega no seu Internet Banking preferido e acaba pagando o décimo terceiro dos bandidos. A pessoa que te enviou, provavelmente não sabe de nada, pois a mensagem vem de pessoas sérias e acabam parando em listas de discussão sérias, como a que originou o envio dessa balela pra gente. Como saber se pode ser um arquivo malicioso?

    1. A linguagem utilizada pela pessoa que envia a mensagem, é uma boa dica. Muitas vezes existem erros de português (e nem estou falando da reforma ortográfica), linguagem informal ou gírias, que podem denunciar que não é aquela pessoa que você conhece, tão séria e estudada, falando daquela maneira.
    2. Situações absurdas também podem denunciar. Na mensagem abaixo, por exemplo, extraída de uma lista onde a maior parte dos participantes trabalham em instituições governamentais ou ONGs, dizer que está se desligando da “empresa”, assim, genérico, pode ser um alarme para os mais atentos.
    3. O link, na maior parte das vezes, é o grande denunciador da praga. Na situação abaixo, ao clicar no link, o navegador pede para baixar um arquivo. Nada mais natural, para um currículo, certo? Só que o arquivo se chamava curriculum_doc.scr. Note que a extensão dele é .scr (executável pelo Windows) e não .doc, que seria o mais natural para um “documento”. PS: Mesmo um .doc pode conter vírus. Na dúvida, sempre execute um antivirus antes de abrir qualquer documento.

    Mensagem Original

    Amigos (as),

    Não sei se todos já sabem mas estou me desligando da empresa, e se alguém souber de alguma coisa, qualquer coisa(rsrs), ai vai o meu currículo , por favor, me avisem.

    Desde já agradeço,

    Curriculum.doc
    P.S. Boas Festas a todos aqueles que ainda não encontrei…

    Mensagem recebida por e-mail em uma lista de discussão em 31/12/2008

  • Internet,  Negócios

    Vagas de Emprego no JaCotei

    O JaCotei é um sistema de busca e comparação de preços de produtos, com um programa de afiliados bacana adotado por uma boa parte dos blogs que conheço como sistema de monetização. Dá para ganhar um bom dinheiro fácil, ou ganhar bastante com um pouco de trabalho otimizando ferramentas como o JaCotei Everywhere.

    O site anda defasado em algumas coisas por falta de mão-de-obra, então estou anunciando aqui para dar uma força para o pessoal e ao mesmo tempo a nós, afiliados, pois melhorando o site e seus sistemas, melhora o nosso rendimento ;-). As vagas disponí­veis são: