Eventos

Web 2.0 Expo San Francisco 2009

Estou em San Francisco, Califórnia para participar do evento Web 2.0 Expo, que começou hoje, pelo menos para quem vai participar dos workshops (a írea Expo só abre a partir de amanhã). O evento acontece no Moscone West, um mega espaço de eventos muito bem localizado (perto de shoppings, hotéis e da rua das compras 😉 ).

O foco do evento esse ano é a crise, ou melhor, as soluções para sobreviver í  crise. Economia de recursos, mais por menos, uso racional e inteligente da web – The Power of Less, o tema principal, faz jus ao nome e nos faz pensar no que podemos fazer melhor, gastando menos.

Simpler. Faster. Cheaper.

Desde o iní­cio do evento, já percebemos que a organização foi coerente com o tema. O material distribuí­do é o estritamente necessário, é utilizado papel reciclado no máximo de coisas (na verdade eu vi isso em todo lugar que fui por aqui), não há grandiosidades ou desperdí­cio em decoração e até mesmo o coffee-break é simplezinho. O almoço eu já acho que exageraram, fornecendo uma “marmita” com um sanduba light para os participantes. Pô, sanduba é “lanche”, não “lunch”.

Os workshops são divididos em 6 salas, cada uma com um tema diferente e bem direcionado, e duram 3 horas. Tem para todos os gostos, desde design, desenvolvimento até negócios. É difí­cil ficar dividido em um mesmo horário, mas pode acontecer (hoje aconteceu comigo 2 vezes 😉 ). Alguns nem poderiam ser chamados de workshop, pois são apresentados em formato de palestra mesmo, o que torna um pouco difí­cil acompanhar. Três horas de palestra tem que ter muito conteúdo e não ser chato pra poder levar. A de SEO que assisti pela manhã, foi legalzinha, já a de Sites Sociais í  tarde, foi muito boa.

As salas dos workshops são bem amplas, possuem um bom isolamento acústico, o suficiente para que não ouçamos as outras salas, mas pecam em um ponto crucial: não há tomadas disponí­veis nas salas. Quem quiser carregar seus notebooks ou outros gadgets, deve ficar do lado de fora e disputar í  tapas um lugar vago em uma das mesas disponí­veis para esse fim.

A rede wi-fi também está um pouco lenta e é totalmente aberta, o que gera um certo desconforto em acessar determinados sites. Fazer login sem SSL então, nem pensar.

Fazendo networking internacional

Ontem conheci o Matt do WordPress, numa festinha que eles organizaram para comemorar a inauguração do novo espaço da Automattic, no Pier 38 (que NíƒO fica perto do Pier 39 – depois conto a roubada). Hoje já vi mais algumas figurinhas ilustres, mas ainda não tive oportunidade de bater um papo. Amanhã vai ser melhor. E, para minha surpresa e alegria, estamos encontrando vários brasileiros no evento, como o Eric Santos (convergência mobile) e o Miguel Cavalcanti (tecnologia em agronegócios). Bacana!

Por conta do LiveStream que o time de Jedis da WebCo montou em tempo recorde, recebi vários contatos, e-mails, direct messages no Twitter. O pessoal adorou as possibilidades do Live e quer ver logo a nova versão que estamos cozinhando.

Hoje eu e o Ronaldo estávamos muito cansados para ir no happy hour, mas amanhã é certo. Espero encontrar mais brasileiros, portugueses, americanos, indianos …

Confira mais fotos no Flickr e aproveite para conferir o Live do Web 2.0 Expo.

Sem dúvida, Sérgio!

O futuro da comunicação passa cada vez mais pela interacção em detrimento da publicidade tradicional em que o cliente se limita a receber um estí­mulo.

Parece-me que o E-goi pode ser uma ferramenta útil para interagir com o público-alvo de forma eficaz, o que leva a marca a ficar no TOP of Mind do consumidor!

Estive a analisar a plataforma e parece-me bastante interessante. Parece-me que tem actualizações constantes ao de notí­cias da área, particularmente “e-mail marketing” e “mobile marketing”. E o blog parece-me conter informações sobre funcionalidades técnicas.

Ficam aqui os links para os mais curiosos, como eu!
http://e-goi.com/pt_pt/maxcontent/pasta/2/noticias/arquivo/1/
http://e-goi.com/maxcontent-pasta-arquivo-5.html

Parabéns e continuem com este projecto!

Sanduba como almoço não rola mesmo, mas é a crise. 😀

Mas falando sério, acredito que o melhor de tudo não é o networking, mas sim a troca de ideias entre empreendedores de todo canto do mundo.