• Internet

    Elgg. Crie sua própria rede social

    Tem gente dizendo (faz tempo) que o blog morreu, Twitter está morimbundo e as redes sociais têm câncer incurável. Balela. O fato de as tecnologias mudarem constantemente, não quer dizer necessariamente que um meio substitui o outro. O conceito de “morrer” nesse caso não é tão fatal. O uso pode reduzir, até bastante, mas não vai chegar a ficar nulo.

    Sobre as redes sociais especificamente, já que é este o assunto do post, a minha visão é a de que todos os sites tendem a virar “redes sociais”, reduzindo as que nós conhecemos hoje ao papel de “organizador de panelinhas” (ou agenda dos bródi). É bastante provável que essas próprias redes já tenham pensado nisso e, em algum momento provavelmente próximo, criem mecanismos que facilitem a integração de seus grafos sociais (os relacionamentos dos seus usuários), criando uma noção de “interredes” – onde todas as redes sociais sejam baseadas em uma única malha de relacionamentos.

    Viagem? Talvez, mas tenho certeza de que não sou o único que pensa dessa forma. É uma possibilidade, não quer dizer que é a única ou a mais provável. Veremos os próximos passos no seu tempo.

  • Internet

    A chaparia continua a mesma, mas o motor tá novinho,viu?

    Wordpress LogoDepois de um tempão sem atualizar a versão do WordPress desse blog aqui, resolvi meter as caras ontem altas horas da noite para finalmente migrar da falecida 2.1.2 para a vitaminada 2.3.3 (é amigos, em casa de ferreiro, o espeto é de pau mesmo).

    Após uma pequena confusão com um dos plugins (Category Visibility, que usava a antiga hierarquia de categorias do WP), desabilitá-lo e encontrar um substituto, o restante foi apenas ajustar pequenos detalhes. Quer uma dica de como fazer o procedimento sem (muita) dor? Lá vai a receita de bolo:

  • Negócios,  Social

    Reuso e reciclagem da garrafa PET

    Camiseta feita com garrafa PETAproximadamente em 1988 a garrafa descartável feita com polietileno tereftalato – ou PET, como conhecemos – surgiu como opção leve e barata para substituição das pesadas e de alta manutenção, garrafas de vidro. Infelizmente, não foi lançada em conjunto com as embalagens uma solução para o recolhimento e reutilização das mesmas, muito menos reciclagem.

    O Brasil produz anualmente cerca de 3 bilhões de garrafas PET, um produto 100% reciclável, mas o volume de reciclagem atualmente beira os 50%. Isso significa na prática que pelo menos 1 bilhão e meio de plástico não-biodegradável é descartado no meio ambiente por ano, o que significa algumas centenas de anos para absorção na natureza.

  • Eventos,  Internet

    Encontro Brasileiro de Arquitetura da Informação

    ebai logoToda informação, quando não está devidamente organizada da melhor forma possí­vel, corre o risco de não ser corretamente difundida. É o que podemos chamar de ruí­do na comunicação. Os interlocutores falam mas não são entendidos, embora ouvidos.

    Embora importantí­ssimo, o tema Arquitetura da Informação não tem o destaque ou atenção que merece tanto nas universidade que formam profissionais que geram e gerenciam informação, quanto nas empresas que são formadas por esses profissionais. Felizmente o quadro está mudando para melhor.

  • Internet

    Livre-se dos boatos, trojans, virus e outras pragas virtuais

    Em primeiro lugar desculpem minha ausência ultimamente. Estou envolvido em alguns projetos que tomaram bastante o meu tempo nas últimas semanas. Prometo fazer um esforço maior para aumentar a frequência de artigos aqui (ainda mais com tantas novidades na área).

    Balela.INFOUm dos projetos é pessoal e bastante útil. A idéia surgiu de minha completa falta de paciência com o recebimento de boatos, trotes, trojans disfarçados e outras pragas virtuais em meus e-mails. Por mais que eu (quando tinha paciência) escrevesse de volta ao remetente explicando das mentiras ou alertando quanto í  virus e trojans, continuava chegando esse tipo de lixo. Então, nasceu o Balela.INFO.

    O site tem o propósito de se tornar um repositório de mensagens, bem explicadas, ilustradas e com links úteis. O objetivo é reduzir a quantidade de e-mails danosos circulando na rede e consequentemente o número de computadores infectados. Sei que é uma iniciativa pequena e limitada, frente í  tentação de clicar naquele link para “ver as fotos da mais nova BBB pelada” ou “aquele cartão lindo que um admirador secreto enviou”, ou até mesmo “preencher aquele formulário do Orkut para ser administrador”, mas é minha contribuição.

    Convido-o a conhecer o site, opinar, dar sugestões de melhorias e novas funcionalidades, votar nas balelas mais perigosas, contribuir com mais material de estudo e divulgar entre seus amigos – principalmente aqueles que gostam de enviar esse tipo de coisa no seu e-mail. Agradeço a ajuda na divulgação.