Eventos,  Internet

Spammer comigo é na pedrada

Há alguns meses me inscrevi num evento da Microsoft: Mix Essentials. Como fui pela empresa, utilizei o e-mail corporativo para a inscrição (que foi feita por telefone, o único meio disponí­vel) – que havia sido criado há poucos dias. Após o evento, comecei a receber e-mails de propaganda de um tal Green Treinamento, mesmo sem ter solicitado ou aceitado receber “informações de parceiros” no tal evento.

Como normalmente faço, solicitei o descadastramento da tal lista, não uma, mas diversas vezes – a última delas cheguei a encaminhar para todos os e-mails constantes na “newsletter” deles. Infelizmente, nunca fui sequer respondido, quanto mais atendido.

Motivado por esses spammers (todos os outros já sabem a quem culpar), criei uma lista pública pessoal de SPAM. Todas as mensagens que receber após a criação da lista, que se encaixem nos critérios que estabeleci (não solicitei; não me removeram quando pedi; mandaram mais de uma vez; essas premissas básicas), seus remetentes serão incluí­dos e disponibilizados publicamente, para que vocês saibam quem está fazendo SPAM por aí­ e também para que os robozinhos de spammers que ficam varrendo a Internet í  procura de e-mails para coleta, os encontrem. Fogo contra fogo. Minha paciência acabou.

Dito isso, apresento-lhes a minha lista pessoal pública de spammers e incentivo-lhes a divulgá-la e fazer o mesmo em seus blogs.

Quando as pessoas entenderem que SPAM é ruim, talvez a Internet seja um lugar melhor.