Internet

Elgg. Crie sua própria rede social

Tem gente dizendo (faz tempo) que o blog morreu, Twitter está morimbundo e as redes sociais têm câncer incurável. Balela. O fato de as tecnologias mudarem constantemente, não quer dizer necessariamente que um meio substitui o outro. O conceito de “morrer” nesse caso não é tão fatal. O uso pode reduzir, até bastante, mas não vai chegar a ficar nulo.

Sobre as redes sociais especificamente, já que é este o assunto do post, a minha visão é a de que todos os sites tendem a virar “redes sociais”, reduzindo as que nós conhecemos hoje ao papel de “organizador de panelinhas” (ou agenda dos bródi). É bastante provável que essas próprias redes já tenham pensado nisso e, em algum momento provavelmente próximo, criem mecanismos que facilitem a integração de seus grafos sociais (os relacionamentos dos seus usuários), criando uma noção de “interredes” – onde todas as redes sociais sejam baseadas em uma única malha de relacionamentos.

Viagem? Talvez, mas tenho certeza de que não sou o único que pensa dessa forma. É uma possibilidade, não quer dizer que é a única ou a mais provável. Veremos os próximos passos no seu tempo.

Crie sua própria rede social

Quem nunca teve vontade de adicionais funções sociais em sites comuns? Atualmente os leitores não são mais aquelas pessoas que consomem a informação em seu site. Eles (nós) querem interagir, rebater o que está escrito, agregar valor ao conteúdo com mais informações ou opiniões. O seu leitor, há muito tempo é chamado de usuário.

Existem diversos plugins e widgets disponí­veis para possibilitar o usuário fazer comentários em outras redes, como o Twitter, Facebook, etc. Aqui mesmo eu adicionei links de compartilhamento no final de cada texto, além de um botão “like” do FaceBook. Mas não é só isso que o usuário quer, ele tem a necessidade de deixar sua contribuição no próprio site (aqui, isso pode ser feito através de um comentário, por exemplo).

Por vezes, alguns sites se tornam tão frequentados pelas mesmas pessoas, que elas começam a sentir a necessidade de interagir umas com as outras, não somente com o site em si. E aí­? Como permitir mensagens públicas ou privadas? Como possibilitar uma expressão pública de admiração ou amizade? Qual a melhor forma de deixar o usuário se expressar dentro do seu site?

Simples. Se você tem um público com essas caracterí­sticas, você é um potencial dono de uma rede social. Então, mexa-se e abra suas portas para essa galera.

Gratuito, Open Source e bastante personalizável

Assim como o WordPress (que acaba de lançar a versão 3.0), o Elgg é um sistema feito em PHP, de código aberto e gratuito, que possui uma comunidade de usuários e desenvolvedores í  sua volta, mantendo e expandindo suas funcionalidades. Da mesma forma, o Elgg é mantido por uma empresa, a CurveRider, e possui também o modelo pago para quem não quer gerenciar seu próprio sistema.

Qualquer pessoa pode fazer o download do Elgg e instalá-lo em sua própria hospedagem, gratuitamente. Existem disponí­veis na rede, diversos sites que oferecem temas e plugins gratuitos para Elgg. Claro, já surgiram temas pagos e empresas de consultoria, mas com um pouco de dedicação e tempo, qualquer pessoa consegue configurar uma rede social usando a versão gratuita do Elgg.

O sistema possui diversas features muito úteis para redes sociais: Cadastro e Perfil de usuários, Stream de atividades (atualizações, estilo FaceBook), Blog ou Microblog individual, Compartilhamento de documentos com controle de acessos, Social Bookmarking (Delicious), Grupos (como comunidades do Orkut), Galeria de Fotos e Ví­deos, Widgets e muito mais. Além da possibilidade de ampliar as funcionalidades com plugins.

Faça agora mesmo o download do Elgg e crie sua própria rede social.