Internet

Criando seu próprio blog – parte 1

Muitos dos que visitam blogs, principalmente os leitores diários e assinantes de feeds, carregam uma vontade (í s vezes secreta) de criar e manter o seu próprio blog. Esbarram muitas vezes na preguiça, na falta de tempo, na falta de assunto (tema) ou de conhecimento necessário para o iní­cio. Nesse artigo, que começa hoje, eu pretendo explicar os passos necessários para se criar o seu blog do zero e ajudar í queles que enfrentam algumas dificuldades.

Primeiro algumas elucidações

Escrever no seu blog precisa ser, antes de qualquer coisa, prazeroso. Se não rolar diversão nessa atividade você vai encarar como trabalho e certamente a atualização vai cair, a qualidade vai cair e seus leitores vão fugir. Você pode até criar um blog pensando em ganhar dinheiro, mas pense antes em escrever bem e gostar do que está escrevendo.

Criar um blog não precisa levar muito tempo. Criei o Seriguela em aproximadamente um dia (considerando que o domí­nio já estava criado e hospedado). E foi divertivo fazê-lo.

Não espere retorno imediato. Escreva porque gosta, lembra? Então não desista de escrever só porque não está tendo visitação na primeira semana de blog (acontece muito). Continue escrevendo como se tivesse 1000 pageviews por dia.

Um blog não precisa ter um tema especí­fico. Aliás, um amigo meu me disse ontem que os melhores blogs não têm foco. Escreva sobre o que lhe der na telha, mas se você pretende ter algum respaldo, escreva bem, preze pela qualidade de seus textos, mesmo que seu blog seja humorí­stico.

Que nome eu dou ao meu blog?

Se você quiser iniciar informalmente, dê-lhe o seu próprio. Se você tem um nome legal na cabeça, registre-o. Não cometa a besteira de perder um domí­nio com um nome legal para outro cara que roube sua idéia.

O mais importante é que o nome do seu blog esteja de acordo com a temática (ou inexistência dela). Tecnocracia por exemplo, fala de tecnologia. Já o Seriguela, não tem foco algum, assim como o nome. É uma fruta e pronto, mas é sonoro.

E o domí­nio?

Se você pretende criar um blog que não é apenas um diário virtual (como chamamos “miguxos”), registre um domí­nio. É barato (30 reais por ano no Brasil ou uns 8 dólares no exterior. Alguns webhosts te dão de graça), é mais comprometido, não confunde seu blog com outros “miguxos” e ajuda a implementar uma identidade na Internet.

Um importante questionamento hoje é sobre a presença ou não da palavra “blog” no seu domí­nio. Se o seu site é apenas um blog (você não tem interesse de fazer outras coisas como portfolio, curriculo, etc), prefira registrar um domí­nio onde o nome “blog” não apareça ou com o DPN “.blog.br” (Exemplos: seriguela.com, tecnocracia.com.br, revolucao.etc.br, seunome.blog.br). Já se seu site tem outro conteúdo e você quer adicionar o blog como um extra, crie um subdominio ou subdiretório para ele (sugiro a segunda opção).

Definindo hospedagem

Para hospedar um blog, seu servidor não precisa de muitos recursos, mas vai precisar certamente de um bom espaço em disco e banda sobrando se o seu blog ficar famoso. Pense antes, para não ter que mudar depois.

Uma boa hospedagem paga vai lhe custar cerca de 100 dólares por ano no exterior (No Brasil cerca de 30 reais por mês, por isso recomendo no exterior) com vários recursos que você pode ou não usar, mas principalmente com bastante espaço e banda, assim como os instaladores automáticos que você precisa.

Algumas empresas que conheço: DreamHost.com, BlueHost.com e Site5.com. Uso e recomendo a DreamHost.com. Você já resolve a questão do domí­nio e hospedagem ao mesmo tempo. Você pode pesquisar e escolher o que for mais interessante para você, mas prefira algum que lhe dê domí­nio grátis enquanto você for cliente e painel de controle fácil com instaladores dos principais softwares automaticamente.

Dica para o próximo artigo: escolha uma hospedagem Linux.

Com esses primeiros passos você deve gastar cerca de um dia, entre pesquisas de nomes, de domí­nios e escolha de sua hospedagem. Algumas dicas podem lhe ser úteis nesse quesito.

Amanhã volto com a segunda parte.

Olá Amigo

muito legal seu post.. eu estou começando um blog para mim…. vamos ver se consigo centrar e escrever coisas interessantes para alguem.

Eu ainda estou meio sem saber qual é o verdadeiro tema do meu blog, afinal de contas foi até por isso que escolhi o nome “É tudo ou Nada” hehe
Mas aos poucos espero conseguir deixar o blog com um assunto mais definido.

Depois passa lá e faz uma avaliaçãozinha!!!

VAleus!