Tema: Produtos

Portas de conexão de seu computador

Desde que o microcomputador deixou de ser uma peça única que unia monitor, teclado e cpu, diversos padrões de conectores foram criados para a utilização de equipamentos chamados periféricos (monitor, teclado, mouse, impressora, scanner, etc). Alguns dos padrões estão presentes na grande maioria dos computadores, outros são mais especí­ficos. Abaixo alguns dos tipos de conectores mais conhecidos e uma breve explicação dos mesmos. Continue lendo “Portas de conexão de seu computador”

Listas de Produtos… – Balela do orçamento

A mensagem abaixo tem mais efeitos em empresas e profissionais liberais, pois mexe diretamente com o combustível desses usuários: trabalho. Solicitando orçamento, mas sem referir quais os produtos/serviços necessários – obviamente, para atingir um maior número de trouxas – a mensagem deixa um link (falso) para que seja visualizado o pedido. Algumas dicas:

  • Mais uma vez, uma mensagem tão importante como uma solicitação de orçamento deveria vir com algum dado de identificação do destinatário. Ao invés disso, até o e-mail para o qual foi enviada a mensagem é o mesmo do rementente, sugerindo uma lista de destinatários.
  • Coerência sempre. O tal Grupo Paulista se diz empresa de logística, da cidade de Cedraz em São Paulo. Sua empresa ou você poderiam atender esse cliente em algo? Onde diabos essa empresa encontrou o seu e-mail para enviar a solicitação?
  • Existe um telefone disponível, um CNPJ, um endereço. Não existe um site, mas mesmo assim você pode pesquisar pelo nome da empresa na Internet, pelo CNPJ no site da Secretaria da Fazenda do Estado de SP e até mesmo ligar para o número disponível no e-mail. Note que a última alternativa não garante que do outro lado exista uma empresa real e que confirme o envio da solicitação. Pode ser qualquer pessoa do outro lado.

Mensagem original “Listas de Produtos”

Grupo Paulista Orçamento

Mensagem texto “Listas de Produtos”

De: Grupo paulista. [mailto:contato.sac@gmail.com]
Enviada em: terça-feira, 19 de junho de 2007 23:40
Para: contato.sac@gmail.com
Assunto: Listas de produtos…

Grupo Paulista
Av. Luiz Guareschi, 20 – Bairro: Invernada
CEP: 15895-000 Cedral – SP
(Rod. Washington Luiz Km. 428)
Telefone:(17) 2139-0042

Cedral – SP,19 de junho de 2007

Solicitamos através desta, orçamento para os itens descriminados no arquivo
em anexo no link abaixo, assim como prazo e formas de pagamento, na certeza da mais alta colaboração e urgência, para cumprimento de todas as nossas obrigações.

Sem mais para o momento desde já agradecemos vossa colaboração.

www.grupopaulista.com.br/orcamento

Atenciosamente,

Paulista RP Logistica ltda.
CNPJ 06.879.896/0001-07
Eder Camilo
Depto. Financeiro

Mensagem original recebida em 19/06/2007

* Colaborou: Marcelo Guazzelli

Socorro! Travei minha conta

Diariamente somos obrigados a conviver com diversas senhas. São senhas de banco, e-mail, perfil de computador, governo, códigos de cartão, chaveiros “token“, etc. O resultado disso não poderia ser menor que confusão. Recentemente meu cunhado travou a conta bancária dele por ter errado a senha duas vezes seguidas no caixa eletrônico. Isso é um problema!

Não bastasse termos que guardar (memorizar, escrever, que seja) as nossas próprias senhas, ainda temos corriqueiramente que ter em mãos senhas de clientes (ftp, e-mails, painel de controle de site) e por vezes de nossas esposas (ou maridos) para eventualidades. Se somar a quantidade de senhas que eu preciso gerenciar, dá mais de 50 senhas ativas e umas outras 30 inativas (clientes antigos que vez em quando precisam fazer alguma coisa e me chamam).

Para solicionar o meu problema, uso em meu notebook um gerenciador de senhas chamado RoboForm. Um pequeno software, porém muito útil, que faz o trabalho de guardar para mim, criptografado e ainda tem um botão gerador de senhas, que é muito útil ao criar um novo cadastro. Ele não é freeware, mas até 10 senhas você pode usar ele gratuitamente. Após isso é necessário pagar pela versão full. Vale a pena, viu?

O único problema nesse caso, é que eu teria que carregar o notebook para todo canto que fosse. Nisso meu cunhado saiu na frente. Comprou um Palm e mandou ver as senhas dele lá dentro. Claro que para ligar o bichinho, tem uma senha geral. Com o Palm é muito mais fácil transportar as senhas seguramente, mas existe um OUTRO problema. E se roubarem o aparelho?

Um belo backup é sempre bom em ambos os casos citados acima e faria com que você não tivesse (muito) trabalho para recuperar os dados perdidos, roubados ou apagados sem querer. Mas e a segurança desse backup?

Até quando ficaremos tão preocupados com esse tipo de situação que cada dia é mais comum e atinge mais gente? Inclusive gente despreparada para lidar com isso, analfabetos funcionais, pessoas sem acesso a tecnologia e até instrução básica.

Sou um entusiasta da identificação biométrica. Aguardo ansiosamente a substituição de todas as senhas e cartões magnéticos, chaves e códigos por uma combinação de impressão digital, leitura de retina e identificação de voz.

Imaginem, num futuro próximo:

  • – Adorei essa, vou levar.
  • – Ótima escolha. O sr vai pagar como?
  • – Visa, em 2 vezes.
  • – Pois não. Por favor, posicione o seu polegar neste visor e olhe para esta luz. Pronto. Muito obrigado. Posso embalar para presente?

Outros links interessantes:

[tags]Senhas,Segurança,Biometria,Software,Hardware[/tags]

Computador barato (que sai caro?)

Em 2006 notei uma coisa que por um lado me deixa muito feliz e por outro preocupado. Os computadores estão ficando cada vez mais baratos e vendidos em qualquer lugar. É ótimo saber que a informática está sendo “acessibilizada”, porém a que preço?

Embalagem não é nada!

Minha principal preocupação com os anúncios de computadores baratos é a relação custo x benefí­cio. A grande maioria das propagandas de grandes redes de lojas de eletrodomésticos (isso, computador igual a [BP]TV[/BP] ou [BP]fogão[/BP]) e hiper-mercados atacando o flanco informático anuncia suas peças como “computador completo” ou “com dvd e [BP]gravador de cd[/BP]”, esquecendo do principal: o motor. Muitos micros anunciados na faixa de R$ 1.000,00 (mil reais!!!) são micros compostos de placa-mãe toda onboard, com limitações de upgrade, pouca memória (128 ou 256 Mb), processadores econômicos (quase sempre Celeron) e monitores de 15″ (que já estão saindo de linha).

Continue lendo “Computador barato (que sai caro?)”