Tema: Brasil

Um olho aberto e outro fechado

Se no “mundo real” é muito saudável tomarmos todas as precauções para não sermos lesados, enganados, ludibriados, imaginem no ambiente virtual da Internet onde podemos artificialmente passar por qualquer pessoa – existente ou não.

Li hoje no MeioBit, um artigo onde o autor expõe mais um artifí­cio dos golpistas do Mercado Livre. Se o Mercado Pago parece uma opção segura para quem vende por lá, vale ficar atento a esse detalhe. Os golpistas estão simulando os e-mails do Mercado Pago e enviando aos vendedores ao arrematar um produto.

Confie desconfiando

Esse golpe é chamado de “engenharia social“, que utiliza-se técnicas de Phishing Scam (simular página ou mensagem de outra pessoa ou empresa para enganar usuários menos atentos), além do tradicional e criminoso uso de identidade falsa, conseguindo assim fazer com que o vendedor acredite que foi pago e enviar o produto ao falsário. Nesse caso, o Mercado Livre não se responsabiliza e a única atitude é cancelar a conta do falsário (piada?).

Esse é apenas um exemplo do que acontece diariamente não só no Mercado Livre, mas em qualquer site que envolve transações entre usuários, com ou sem intermediação da empresa responsável. Por conta disso, vale uma das premissas básicas da Internet: sempre verifique qualquer informação. Sempre!

Overmundo da Tecnologia

Hoje recebi com satisfação um e-mail do Vicente Tardin, do WebInsider, falando sobre o lançamento conjunto com o Gilberto Jr da Desta.ca, do mais novo site colaborativo brasileiro: o OutroLado.

Se parece mais um Digg-clone, só parece. O OutroLado não é um local para você enviar links de notí­cias em outros sites (embora possa referenciá-los) e sim onde você pode adicionar os seus próprios artigos, que serão votados pelos outros usuários, criando assim o conteúdo do site. Quem conhece o OverMundo, vai gostar dessa versão voltada para Tecnologia.

Segundo o próprio Vicente, em seu e-mail enviado:

A idéia do Outrolado vem de antes do digg.com existir. Inspirado por experiências como o SP450, o Webinsider percebeu desde 2004 a demanda por um ambiente com um modelo totalmente diferente.

Se no Webinsider há cuidados por parte do editor para cada texto publicado, no Outrolado a responsabilidade de comunicar bem cabe somente ao autor.

Os textos passam a ser publicados sem nenhuma edição. Esperamos que os melhores prevaleçam naturalmente.

Se você tem vontade de escrever, mas até hoje não teve tempo ou paciência para criar seu blog, essa é uma ótima forma de expor suas idéias. Se você já tem o seu blog, vale como divulgação.

O Brasil empata o progresso

“O Brasil é o paí­s do futuro!”

Eu não sei quem disse a frase acima pela primeira vez, mas acertou. Infelizmente estamos sempre um passo atrás dos outros paí­ses, pelo menos quando se trata de tecnologia e Internet. Fica sempre a impressão de que somos o paí­s do futuro, mas nunca chegamos lá. Acompanhe:

  • Há cerca de um mês, tivemos o escândalo da Daniela Cicarelli que conseguiu barrar o YouTube no Brasil depois de ter seu ví­deo transando numa praia espanhola divulgado por lá (e em milhares de outros endereços na rede, mas ela só processou o YouTube);
  • Depois disso, muito mais recente, tivemos o caso do Rubinho Barrichello que conseguiu – mais uma vez através da “justiça” de São Paulo – fechar as comunidades do Orkut que falavam mal dele (as que falavam bem ele deixou, claro). O engraçado é que ele nunca mandou tirar o Casseta e Planeta do ar, que sacaneiam ele o tempo todo;
  • Agora o Cardoso nos informou que o Google está temporariamente impedido de enviar os cheques de pagamento aos participantes do programa AdSense (este site por exemplo), por conta de complicações na aduana – de responsabilidade da Receita Federal.

É de dar pena e revolta, que esse paí­s ainda possua tanta bur(r)ocracia a ponto de barrar o pagamento legí­timo e legal de um programa como o AdSense, que é declarado ao ser descontado, ficando uma (grande) parte do valor retido no banco para taxas administrativas e impostos. Pena porque é um tiro no próprio pé, impedindo a geração de receita e entrada de dólares no paí­s. Revolta porque vemos diariamente os nossos nobres governantes nomeando assessores por um mês (de recesso), aumentando os próprios salários, enviando dinheiro para fora do paí­s sem declaração ou punição, além de _________________ (preencha aqui ao seu gosto).

Infelizmente a tecnologia – entre outras coisas – no paí­s continua atrasada e atrasando principalmente por conta de coisas velhas como nossas leis e de gente velhaca como nossos governantes. Mas nós podemos fazer algo. Divulgar, protestar, informar, democratizar a informação.

Foi por nossa causa que o YouTube foi novamente liberado. Você duvida?

m-Commerce – compre com seu celular

Beaming dataAs primeiras idéias sobre o comércio eletrônico móvel surgiram no final dos anos 90, durante a explosão das empresas .com. Embora já tenhamos caminhado bastante, ainda hoje não conseguimos alcançar os patamares previstos lá no iní­cio. As maravilhas do m-Commerce hoje estão limitadas principalmente a conteúdo para o próprio celular, como ringtones, wallpapers ou jogos, além de outros mini-aplicativos para rodar no celular, palm ou smartphone.

É claro que não podemos esquecer das iniciativas louváveis dos bancos, por exemplo, ao passar algumas funcionalidades de Internet Banking para uso no aparelhinho, ou do revolucionário Oi Paggo, que criou uma alternativa no mí­nimo curiosa para possibilitar o pagamento com celular. Continue lendo “m-Commerce – compre com seu celular”

Resoluções de ano novo. 2007? Não, 1024!

Calma, esse não é um artigo para falar sobre coisas que quero mudar no próximo ano. A palavra resolução foi usada tecnicamente, para definir o tamanho em pixels da tela do usuário.

Como está mais uma vez em pauta os padrões utilizados para definir um layout fixo do website (O Tableless mudou, o Henrique pensa em mudar e o Bruno revolveu também falar sobre), resolvi eu também dar o meu pitaco no assunto.

Continue lendo “Resoluções de ano novo. 2007? Não, 1024!”