Tema: Brasil

Vergonha alheia do TechCrunch

O TechCrunch, um dos maiores e mais respeitados blogs de tecnologia do mundo, pisou feio na bola hoje, através de uma de suas editoras, Sarah Lacy. Sarah, que estava planejando viajar ao Brasil para uma série de visitas a startups tupiniquins para o projeto de seu livro, teve seu visto recusado e deu piti. É, fez escândalinho.

Em um post cheio de raiva e estrelismo, a autora disse que o Brasil deveria se envergonhar e as empresas se revoltarem, porque a moçoila é tão importante que nem mesmo o visto deveria ser exigido dela, a grande figura do empreendedorismo mundial e autora famosí­ssima. NOT!

Sra Sarah Lacy foi miseravelmente criticada nos comentários do blog, tanto por brasileiros quanto por pessoas de outras nacionalidades, incluindo os norte-americanos, que reconhecem a Lei da Reciprocidade, que confere a uma nação o direito de impor as mesmas regras que outro paí­s lhe imponha. Muitos lembraram í  nossa Sarah, que é muito mais difí­cil tirar um visto de entrada para os EUA que o Brasil, além do óbvio fato de que ela deve ser tratada como qualquer outra pessoa que deve se submeter í s leis de um paí­s. Quem ela pensa que é, afinal?

Mas o pior disso tudo, em minha opinião, não é a bossalidade da norte-americana, mas a falta de respeito que ela exprimiu ao pichar um sí­mbolo nacional, conforme vocês podem conferir na imagem abaixo (screenshot de 3/09/09 22h15 do TechCrunch).

screenshot techcrunch

Dona Sarah, me desculpe, mas a senhora foi tremendamente mal educada e desrespeitosa com a nossa bandeira, o que no Brasil é considerado crime (como em qualquer paí­s civilizado). Eu espero sinceramente que o seu visto não seja aprovado NUNCA e a senhora entre para a lista de personas non gratas em nosso paí­s.

Update [22h39]: O post está inacessí­vel para os visitantes do Brasil. Shame on you, TechCrunch. #TechCrunchFAIL

Update [22h59]: O post está acessí­vel novamente, mas estranho, sem o form de comentários, com a sidebar quebrada e intermitente.

IBGE faz pesquisa de emprego e salário

Há alguns dias recebi em minha residência uma carta do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) sobre uma pesquisa que realizam mensalmente em todo país sobre emprego e salário. Dias após, uma pessoa ligou para fazer a pesquisa. Achei bem estranho ligarem, ao invés de visitarem pessoalmente, se identificarem com crachá e tal.

É uma falha enorme do IBGE, já que dá margem para golpes em todo o país. Por esse motivo, fiquem atentos, pois alguém pode tentar obter informações pessoais suas e de sua família, utilizando a pesquisa do IBGE como desculpa.

DICAS: Não informe dados comprometedores, não fale sobre bens de sua casa (a pesquisa não é sobre isso), não diga onde trabalha ou quanto ganha diretamente (use as faixas fornecidas pela empresa), nomes de dependentes e familiares (diga apenas números).

Mark Zuckerberg, criador do Facebook, no Brasil

Mark Zuckerberg, o fundador do gigante das redes sociais, o Facebook, participou hoje de um encontro com uns poucos blogueiros em São Paulo. Eram cerca de 10 autores e eu fui um deles. Um papo informal, nos disseram no convite, de apenas 1 hora (que acabou diminuindo).

Mark é o estereótipo da Geração Y. Visual despojado, tranquilão, na dele. Antes do papo, sua assessora conversou conosco sobre sua timidez e a dificuldade que ele tem em entender o “inglês falado pelos brasileiros“. Por conta disso, uma tradutora o acompanhou durante a conversa, traduzindo nossas perguntas feitas em português, por solicitação do Mark. Bom, sua dificuldade eu percebi, quando um dos convidados tentou perguntar em inglês e ele pediu pra repetir, já sua timidez … sinceramente não vi.

Como esperado de alguém muito jovem – Mark, que ficou milionário com seu Facebook antes mesmo de completar 20 anos, hoje tem 25 – Zuckerberg falou muito sobre suas convicções sobre o produto, sua visão otimista, sem se aprofundar em detalhes ou mesmo citar os assuntos estratégicos, comerciais e de negócio (o que eu estava ávido por saber). O grande foco da conversa, e que aparentemente será a vedete do encontro com desenvolvedores de amanhã, foi o Facebook Connect, a nova plataforma do Facebook para atrair desenvolvedores de aplicativos e integrar sites de fora de sua rede. Continue lendo “Mark Zuckerberg, criador do Facebook, no Brasil”

Mudanças, surpresas e novos desafios

Brasão SPMuitos de vocês já sabem um pouco da minha trajetória desde que comecei com o Tecnocracia – e com o tempo, com os blogs em geral. Sou de baiano Salvador e saí­ da terrinha por conta do mercado minúsculo e sem muitas inovações, partindo para o sul em busca de desafios. Infelizmente a cidade escolhida, Londrina, norte do Paraná, não me deu o que eu procurava, apenas mais obstáculos – o que me fez desenvolver algumas caracterí­sticas em mim que me ajudaram no fim das contas.

Hoje, 1 de maio de 2008, Dia do Trabalho (e paradoxalmente feriado), quero anunciar a vocês que, após muita resistência e teimosia, estou de mudança para a cidade de São Paulo – na verdade já estou na cidade e em 2 meses espero estar estabelecido definitivamente. Continue lendo “Mudanças, surpresas e novos desafios”

SMS2BLOG volta de cara nova e com apoio

SMS2BLOG LogoO sms2blog, sistema criado pelo brasileiro Luis Leão, permite aos usuários brasileiros do Twitter a interação com o serviço através de SMS pagando tarifa nacional. Fora do ar há algumas semanas por conta do roubo do equipamento, o site volta ao ar com algumas novidades, uma delas o apoio da BrT. Em entrevista ao Tecnocracia, Luis nos conta sobre esse retorno e seus planos para o futuro.

Luis Leão
Luis Leão, desenvolvedor do sms2blog

Continue lendo “SMS2BLOG volta de cara nova e com apoio”