Sony Vaio P – Review

Juntamente com o Vaio X que testei durante esses dias, veio também um Vaio P, modelo VGN-P730A, o qual também passou por testes. É um PC ainda mais compacto que o X1, porém com performance mais modesta. O Vaio P parece uma carteira de couro daquelas esticadas, muito usadas por mulheres. Aliás, elas também vão […]

Juntamente com o Vaio X que testei durante esses dias, veio também um Vaio P, modelo VGN-P730A, o qual também passou por testes. É um PC ainda mais compacto que o X1, porém com performance mais modesta.

O Vaio P parece uma carteira de couro daquelas esticadas, muito usadas por mulheres. Aliás, elas também vão adorar esse pequeno PC de cores sortidas e algumas chamativas (o que eu testei é verde cintilante, parece que tem purpurina na tinta), delicado e com layout que lembra aqueles estojos de maquiagem.

Poder de fogo

É um netbook, só que bem compacto, e como tal foi avaliado. Seu processador Atom Z520 de 1.33GHz não é ruim, mas a performance do P, comparado a outros netbooks com o mesmo processador, deixou a desejar (avaliação logo abaixo). A memória de 2GB é boa, o Windows 7 roda tranquilo sem travar e a maioria dos aplicativos que testei tiveram boa resposta. Já o HD de 80GB da Toshiba, por não ser SSD (Solid State Drive), não se saiu muito bem nos testes.

O monitor é um caso a parte. Ao mesmo tempo que é prático, tem 8″ em wide [1:2] e resolução máxima e ideal de 1600 x 768 pixels, é desconfortável para ler. Para compensar, assistir filmes nessa belezinha é fantástico. Eu me imaginei em uma viagem longa de ônibus vendo filme com fone de ouvido naquela telinha. O problema aí­ seria a duração da bateria, que não é lá muito boa também – segundo a Sony, 3,5 horas, mas em meus testes não durou isso tudo em uso máximo.

Este Vaio também vem com a webcam Motion Eye, mas não gostei muito da posição, no canto da tela. Em videochat, fica meio estranho ficar no canto do video pra poder digitar. Outro í­tem que não gosto é o mouse clitoriano, ou “pointing device”, no meio do teclado. Sempre esbarro nele ao digitar e não tenho muito coordenação motora para guiá-lo pela tela. Um mouse USB resolve a coisa.

O bichinho vem equipado com duas portas USB (uma de cada lado), fone de ouvido, dois leitores de cartão (SD e MemoryStick) e conexão wi-fi. Um acessório de expansão, incluso, adiciona uma porta ethernet e uma saí­da VGA ao netbook. Outro destaque é a TV digital 1Seg integrada, que roda bem em fullscreen ou em um pedaço da tela com quase nenhuma interrupção ao usar com outros softwares rodando.

Comparando com outros netbooks

Usei novamente o PassMark para fazer um comparativo entre alguns netbooks com o mesmo processador do P. Os concorrentes foram: Panasonic CF-UI, Acer Aspire One AO75, Asus EeePC 1101HA e o Vaio P21Z. Vamos aos resultados, não muito animadores:

  • CPU: O nosso Vaio P perdeu apenas para o Asus, ganhou dos outros com pouca margem
  • Video 2D: Mais uma vez o Asus saiu bem na frente, seguido do nosso equipamento e os outros com pouca margem
  • Video 3D: Nosso Vaio P ganhou do Asus com 5,4% de liderança. Dos outros, só o Panasonic foi bem ruim
  • Memória: Mais um segundo lugar disputado com os outros e perdendo para o Asus com 25% de margem
  • Disco: Ihh, foi feio. Terceirão, perdendo para o Asus (43%) e o Acer (80%)!!

No í­tem preço, nosso amigo também não se sai muito bem. São quase R$ 4 mil, um preço ultra-salgado se considerarmos os benefí­cios. Tá bom, é pequeno, silencioso, super bacana, tem TV e tudo, mas por esse preço dá pra comprar um MacBook Pro de 13″ e um adaptador de TV digital ;-).

Fotos e mais detalhes do Sony Vaio P

O Vaio P fechado e mega brilhante em seu verde-dá-bandeira, com um iPhone 3GS para comparação de tamanho.

O equipamento aberto, exibindo toda sua elegância. Note a webcam no canto superior direito, o mouse clitoriano no centro do teclado e os botões do “mouse” na parte de baixo. Aqui cabem duas observações. Ao abrir, muito cuidado pois os botões se soltam com facilidade. O teclado tem proporções diferentes, então leva um tempo até acostumar a não confundir o A com o S e o 3 com o 2.

Três imagens com detalhes do Sony Vaio P. Em sentido horário, começando no canto superior esquerdo, entrada de energia, porta USB e fone de ouvido, na sequência, porta USB e porta de expansão de funcionalidades, e abaixo o botão do wi-fi, os leitores de cartão e botão de ligar.

Mais fotos Sony Vaio P no Flickr.

Conclusões finais

Eu poderia copiar e colar a conclusão do X1, mas não farei isso, porque o X1 tem mais pontos positivos. O Vaio P é pequeno, bem bonito (fora essa cor berrante, mas você pode escolher um preto ou branco), bem portátil, tem uma duração de bateria interessante, embora não seja das melhoras, mas ainda peca no preço. Sinceramente, um equipamento bem limitado em recursos por quatro mil reais? Não rola. Nem como segundo notebook, usado em eventos. Existem outros.

Esse é muito mais um equipamento com o apelo “fashion” (mulherzinha) e quanto a isso não há o que reclamar, o Vaio P é realmente  “cute”. Para apresentações, softwares de escritório, pouco armazenamento, uma alta executiva vai fazer bem bonito em qualquer ocasião. Cabe na bolsa, junto com o batom, celular, lencinho… só é perigoso confundir com o estojo de maquiagem no dia de apresentar aquele projeto importante.

Comentários sobre "Sony Vaio P – Review"