Segurança independe do meio

ATENÇÃO! Se você chegou nessa página vindo de um link no MSN ou Twitter (ou sei la, de algum amigo que te enviou no Orkut, e-mail, etc), é MUITO importante que você o leia até o fim. Não é de hoje que links maliciosos são enviados por criadores de virus através de e-mails ou escondidos […]

ATENÇÃO! Se você chegou nessa página vindo de um link no MSN ou Twitter (ou sei la, de algum amigo que te enviou no Orkut, e-mail, etc), é MUITO importante que você o leia até o fim.

Não é de hoje que links maliciosos são enviados por criadores de virus através de e-mails ou escondidos em sites web que disponibilizam softwares e cracks para download. Mas o que muitos usuários ainda não entenderam é que não importa o meio de envio de uma armadilha, você só cai se quiser ou vacilar. Qualquer meio é uma potencial ameaça à segurança.

Existem programas que, quando instalados, simulam ações do usuário dentro do computador e acabam enganando seus contatos. Eles podem enviar mensagens em seu MSN quando você conectar, sem que você sequer note. Ao entrar no Orkut, podem disparar scraps para todos os seus amigos, além de enviar e-mails para seus contatos online, quase sempre com links para download e instalação de softwares que irão perpetuar o problema, aumentar o círculo vicioso.

Ah! Mas eu tenho anti-virus instalado” – você pode estar pensando nesse momento. Não adianta. Para que um anti-virus seja atualizado com informações de um novo virus, ele tem que ter sido criado e infectado outras pessoas. Uma dessas pessoas pode ser você. E de nada vai adiantar ter acabado de atualizar seus softwares de proteção se você tem uma conduta de risco. Lembre-se: toda camisinha pode estourar um dia.

Como se precaver então?

  1. Não clique em links que você não saiba a procedência. Pergunte a quem te enviou se foi um envio legítimo. Na maioria das vezes a pessoa nem sabe que está infectada com um virus e espalhando o terror para seus amigos virtuais em forma de mensagens.
  2. Após conferir com seu amigo que foi ele mesmo que enviou o link ou arquivo, rode um anti-virus nele antes de abrir.
  3. Cuidado com arquivos executáveis. Mesmo que tenha confirmado o envio e o anti-virus não tenha acusado nada, tenha MEDA de arquivos executáveis. É necessário? Vale correr o risco? Você tem absoluta certeza disso? Boa sorte.

Faça um teste com seus amigos e ajude a melhorar a segurança na Internet. Cole o texto abaixo no MSN de seus amigos (ou no Twitter) e veja se a reação deles vai ser clicar ou te perguntar se foi você mesmo que enviou o tal link. O link irá encaminhá-los para essa página:

Olha que legal -> http://migre.me/28WI

Manoel Netto disse:

@Marcia,
O navegador só acusa problemas quando um link é relatado por muitas pessoas como sendo nocivo. Se você for uma das primeiras a clicar, nada será acusado e você terá que confiar no bom senso e sentido aranha para identificar possíveis balelas.
Abraço

Sergio Maia disse:

Usem linux e já era. Ubuntu #rulezzzz, façam o teste.

marcia disse:

Pois é, mas meu navegador fala logo que o link é falso e que aquele endereço vai ser direcionado para algo que não condiz com a verdade, dai eu cancelo. Nunca tive problemas. Mas todo cuidado é pouco. Mas quando a gente confia a gente clica. Boa postagem.

Nem aconteceria nada por que eu uso Linux 😛

Franci Santana disse:

Cliquei de cara!!!
Confiu plenamente no Sandro, quando vi que era ele abri. Nem pensei,vou ficar mais atenta.

Eli Alves disse:

Gostei do texto e fiz como manda o “figurino” mandei de volta pra quem me enviou, perguntando do que se tratava…
Na internet devemos desconfiar sempre!

Danillo Nunes disse:

Eu cliquei porque uso o Opera, rsrs. Na verdade, qualquer navegador decente te pergunta o que fazer com um arquivo antes de abrí-lo, então eu não vejo problema em sair clicando em links desde que se preste atenção depois nas possíveis mensagens do navegador te perguntando se deseja abrir um executável (se você não pediu por ele, não execute!).

Além disso, meu sistema está configurado para sempre exibir as extensões dos arquivos, assim eu sempre sei o que arquivos eu vou abrir antes mesmo de abrí-los.

Acho que essas duas medidas são suficientes para proteger, na maioria dos casos, qualquer pessoa que tenha um pingo de noção.

Jonny disse:

Eu sou mais nerd…

[cutlass]$ curl -I http://tinyurl.com/5ww38n

HTTP/1.1 301 Moved Permanently
Location: http://balela.info/arquivo/seguranca-independe-do-meio/
Content-type: text/html
Date: Sun, 30 Nov 2008 02:46:43 GMT
Server: TinyURL/1.6

Quando eu vi que era do Balela, confiei e cliquei… tomei naquele lugar!!! 🙁

Rics disse:

Cara, parabéns. Essa foi a idéia mais bem bolada que eu já vi para a divulgação de um post! Mandou muito bem.

MAteUS disse:

vom pelo twitter do Manoel..e cliquei pq sei q foi ele q mandou…e ele sempre manda links bons…

quanto a segurança…basta os usuarios serem mais atentos e verificam os links q estão clicandos…(naum akeles escritos…os q aparecem na status bar…ok)…e nem baxarem um video porno de 100 Kb achando q é um super porno…..aff….e nem uma musica em um nova extensão .exe …….hehe

flwsss..

Elisandro Lima disse:

Quando recebi o referido link fiz exatamente o que sugere o texto. Retornei, antes de clicar, ao Manoel sobre a possibilidade dele ter me enviado aquele link “nada” com cara de malicioso. Olha só que elemento suspeito [ http://tinyurl.com/5ww38n%5D. Não acham a terminologia dele com cara de marginal cibernético?

Parabéns ao autor!

Carol disse:

Boa, eu cliquei, hora de rever minha segurança!