Hackearam a Britney Spears (de novo)

Há alguns dias, roubaram a identidade digital da Britney Spears. Roubaram suas contas do Twitter e do mySpace, e exibiram mensagens falsas, atribuídas a ela, sobre satanismo e outras cositas más. Veja, em 5 passos simples, como não deixar isso acontecer com você também.

britney-spearsSabe a Britney Spears? Aquela, cantora mais famosa por seus “shows” particulares (leia-se escândalos da vida real), por ter raspado os cabelos e filmado, discutido em público, xingado, agredido, sido internada para desintoxicação, aparecido sem calcinha, etc etc. Uma infinidade de escândalos cercam a vida dessa pobre menina rica.

Há alguns dias, roubaram sua identidade digital. Roubaram suas contas do Twitter e do mySpace, e exibiram mensagens falsas, atribuídas a ela, sobre satanismo e outras cositas más. De quem foi a culpa? Como se rouba uma identidade na Internet?

5 passos para proteger sua identidade online

1. Não use senhas de fácil dedução.

A data do seu aniversário, seu nome ao contrário ou “senha” não são boas senhas, acredite. Por mais que você pense que nenhum idiota vai descobrir uma senha tão fácil, eles descobrem. Principalmente porque não é uma “pessoa” que fica digitando as senhas para tentar quebrá-las, são programas de computador, e eles não tem preconceito com senhas. Quanto mais idiotas, melhores de serem quebradas.

Para aumentar a segurança de suas senhas, use uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais, como “#”, “!” ou “$” (alguns serviços limitam o uso desses caracteres, verifique quais você pode usar em cada um dos sites).

2. Não compartilhe sua senha

Se você precisa compartilhar o uso de determinada conta, como o Twitter, por exemplo, não forneça a senha diretamente para as pessoas que a utilizam. Use algum serviço que faça uso da API para gerenciar os updates, pois caso haja algum problema, você ainda pode controlar o acesso.

Ah! Vale ser bem específico aqui: não escreva sua senha num postit e cole no seu monitor. Nunca faça isso! Ok?

3. Não digite sua senha em serviços terceiros que você não confie

Bons serviços compartilham acesso às suas contas através das APIs. O OAuth, por exemplo, é um serviço que possibilita a integração de sites sem que seja necessário digitar a sua senha em outro site que não o original.

Com a chegada do Twitter, surgiram diversos serviços que pedem sua senha. Às vezes nem imaginamos o quão inseguro é digitá-la para responder um quiz de “quão nerd você é”. Ahhhh por favor, né? Se me pedem senha do Twitter para responder um quiz, eu simplesmente esqueço que ele existe. Depois não venham reclamar que roubaram sua conta do Twitter e você está achando um absurdo!

4. Links dentro do Orkut ou do Twitter podem esconder armadilhas

Se você está navegando em um serviço qualquer, saiba que uma vulnerabilidade em seu navegador ou no próprio serviço pode te deixar exposto à pessoas mal intencionadas.

No Orkut, não clique em links para sites externos, eles podem roubar sua sessão e raptar sua conta. O mesmo pode acontecer com o Twitter, só que este é mais fácil resolver, basta não usar a interface web do serviço. Existem diversos clientes de Twitter que usam a API para atualizações. Não deixe sua conta “logada”.

5. Use um navegador seguro e tenha hábitos saudáveis de navegação

O Internet Explorer tem muitos furos de segurança. E quanto mais desatualizado (ele já está na versão 8, e você?), mais perigoso. Não recomendo seu uso. Substitua-o pelo Firefox ou Opera, são mais seguros e em alguns momentos até mais rápidos.

Um bom antivirus instalado (caso você use Windows), evitar clicar em links que você não conheça, perguntar para seu interlocutor se ele enviou mesmo aquele link estranho em inglês e pouco antes de sair do MSN (está lembrando agora?), saber que o Bradesco não te envia programas para baixar, principalmente quando você não é correntista, são o mínimo que você pode fazer para sua segurança online.

Você não andaria de cabeça baixa, conversando no seu celular de 1000 reais, com seu notebook na mochila, no meio daquele bairro perigoso às 11 da noite, não é? Então porque você anda tão distraído na Internet?

Sami disse:

Eu não me referi às vulnerabilidades. Claro que todo serviço possui as suas vulnerabilidades. Alguns mais, outros menos.

O que eu me referi foi ao fato do Twitter ser uma coisinha bem sem graça, boba, chata e inútil.

Foi isso.

Manoel Netto disse:

Sami,

Engano seu se acha que só o Twitter possui vulnerabilidades. Substitua as ocorrências dessa palavra por qualquer site de sua preferência e as dicas continuam valendo.

Abs

Sami disse:

Já eu sigo um sexto passo:

6. Não use o Twitter. Ele é chato, sem graça e inútil.