Ética nos blogs – Carta aberta a Carlos Cardoso

Há vários dias, na lista blogosfera, surgiu um tópico bastante interessante de ser discutido: Código de conduta (ou ética) nos blogs. O assunto surgiu depois que o Tim O´Reilly publicou um rascunho do que ele pensa ser – após ter recebido sugestões de seus leitores – um código de ética para quem escreve em blogs. […]

Há vários dias, na lista blogosfera, surgiu um tópico bastante interessante de ser discutido: Código de conduta (ou ética) nos blogs. O assunto surgiu depois que o Tim O´Reilly publicou um rascunho do que ele pensa ser – após ter recebido sugestões de seus leitores – um código de ética para quem escreve em blogs.

O assunto é bastante vasto e gerou vários artigos em toda a Internet sobre o tal código, além de traduções livres e adaptações do mesmo, incluindo no Brasil. Numa lista como a blogosfera, que se propõe a discutir todo e qualquer assunto relacionado a blogs, o assunto cairia como uma luva e geraria discussões do mais alto ní­vel.

Infelizmente isso não ocorreu, principalmente (mas não exclusivamente) por obra de Carlos Cardoso, que se auto-intitula o primeiro problogger brasileiro. Cardoso não somente repudiou qualquer tentativa de discutir um código, como se fixou em palavras como “autoritarismo”, “imposição” e focou principalmente num tal “selinho” proposto pelo Tim, a ser utilizado pelos blogs que aderissem í  sua campanha.

Ignorando as diversas mensagens em que algumas pessoas sensatas explicaram que não se tratava de discutir O´Reilly, mas sim o conteúdo do código proposto – publicado como um “rascunho” – e adaptá-lo í  nossa realidade, Cardoso perdeu completamente o foco da lista, desvirtuando a discussão e infelizmente, me elegendo para Cristo. Em seu último post no Contraditorium, o blogueiro afirma categoricamente que eu o ataquei, taxando-o como “histérico” e mais uma vez diz que eu defendi o código do O´Reilly sem ao menos lê-lo.

O interessante – e triste – é que, em toda essa discussão de ética, eu fiquei sabendo que o Cardoso estava me difamando através de outra pessoa, pois como ele não fez “trackback” nem me enviou um e-mail avisando-me, eu poderia ficar dias sem ao menos saber que estava sendo (eu sim) atacado por um outro blogueiro, que achou por bem desviar um tópico de uma lista de discussão para o seu blog (algo que ele mesmo critica nesse outro post).

Pois bem, nesse momento eu espero que fiquem claros alguns pontos, pois não pretendo tocar no assunto novamente, a menos que seja com a proposta original e não um bate-boca sem sentido proposto pelo colega, no visí­vel intuito de provocar, atrair polêmica para seu site (seu ganha-pão). Não, meu caro Cardoso. Eu perco cliques em AdSense, mas não perco minha honestidade e coerência.

  1. Eu não apóio nem propus apoio ao O´Reilly e seu código, mas acho válida toda discussão a esse respeito, se ela agrega valor e melhora o ambiente dos envolvidos;
  2. Não defendi a criação do selo de conduta, embora não seja contra quem queira adotar coisa semelhante. Cada um sabe que penduricalhos colocar em seu próprio blog;
  3. Blogs são veí­culos de comunicação. Ter responsabilidade com o que se publica é uma obrigação garantida por lei. Nem mesmo uma mensagem enviada no Orkut está livre de ser utilizada como prova num tribunal. Evitar discutir um código de ética não evita que ele exista;

NOTA: Apesar de o Cardoso ter apagado meu comentário em seu blog, no artigo em questão, esse post não é uma resposta. É o meu direito de expor a verdade, comprovando através dos links para as mensagens em questão, para que fique claro e dê a oportunidade do leitor tirar a limpo a manipulação feita por ele em seu blog, inclusive apagando comentários de outras pessoas que citavam a fonte (a lista blogosfera).

só agora percebi que esse post (portanto o assunto) são de 300 anos atrás…
Desculpe acho que preciso me atualizar!!! rsrs
Beijinhos
http://vivermaraa.blogspot.com/

Olá!
Sinceramente eu nem estava sabendo de discussão, de selinho de nada!!! Nem sei quem é este blogueiro ao qual você se refere…
Eu estava procurando no Google “Ética para blogueiros”… Partiu de mim verificar se já existia algo assim para eu estudar.
Comecei a pensar nisso ao me sentir prejudicada por alguns blogueiros…
Acho justo um código de ética, eu apoio!!!

Se houver algo concreto í  respeito, pode me avisar?
Obrigada!!!
http://vivermaraa.blogspot.com/

Diego Cox disse:

Vc tá certo Manoel. Existem pessoas que acham que são melhores do que realmente são.

Concordo com você sobre a criação desse código de conduta e gostaria de participar dessa citada lista, é possivel?

[]´s

Li suas referências na lista Blogosfera (era o que estava procurando…) e não entendi ainda as dores de ambas as partes… Vi que os dois lados tem sua parcela de razão e de culpa na briga.

Se vamos colocar em prática algum tipo de código de conduta dos blogs então convoquemos todos os que blogam atualmente para ver se eles concordam ou não com os termos. Aí­ não fica parecendo que é uma certa imposição do “alto clero”…

E uma linha de conduta a ser seguida – mesmo que superficialmente – já existe. Quando você assina qualquer serviço na internet – hospedagem, blogs gratuitos, etc, etc – há os termos legais em que você deve seguir para ser usuário do mesmo.

Quanto a censura nos blogs, certamente ela existe. Ou você acha que o autor dos mesmos irão deixar algum quando ela cutuca a ferida? E principalmente se ela for visceralmente contra os próprios princí­pios do autor?

Alguns pontos:

1. Até mesmo a má fama é um tí­tulo de fama.

2. Bem visto ou mal visto, Cardoso está sendo visto.

3. Dito isto, acho mesmo que ele quer mesmo é aparecer, o que não é errado. O preço da forma quem paga é ele ao ser contraditório.

4. Apagar um comentário em um blog sem razões clássicas para isso (ex. palavras de baixo calão, despropósitos ofensivos) me parece um tipo de censura.

5. Há censura na Internet (exceto China)?

6. Há Moral/Ética na Internet (principalmente entre iguais/blogueiros)?

7. As leis terráqueas estão preparadas para atingir a Web?

Não tenho as respostas, mas o melhor de tudo é ter liberdade para discutí­-las e espaços (como este) para isto.

Obrigado.

Magno Ferreira
http://www.veleirovirtual.com

Evandro Nunes disse:

Amigo, gostei muito da sua resposta, também não gosto de discussões, mas acredito que essa resposta foi merecedora, pois você nunca ofendeu o “Ser Cardoso”, bola pra frente, acompanho os blogs do Cardoso a alghum tempo, e realmente como um coléga comentou, acredito que a fama de primeiro Blogger brasileiro, ta subindo a cabeça dele, infelizmente pois ele é muito inteligente, sabe muito bem se expressar pela escrita, e isso que ocorreu ficou muito chato para ele, só faz perder pontos na blogosfera e nada mais…

Abraços!

Evandro Nunes
http://www.evandronunes.net

Alexandre disse:

Amigão, minha humilde opinião, deixa pra lá, pessoas assim merecem o desprezo…

Este cara se acha o tal, pensa que o mundo (blogosfera) gira em torno dele, que não precisa de ninguém e que é o dono da verdade e da razão. Primeiro Problogger? só no mundinho dele.

Te garanto, ele não é o único, preste atenção que você vai encontrar muitos que utilizam de sua “fama virtual” para se achar melhor que os outros.

Neste pouco tempo que estou tratando com blogs, tenho visto coisas que me deixa realmente triste. Um exemplo, já vi blogueiro ignorar um meme simplesmente por se achar melhor que o blogueiro que o convidou. Quando é do seu interesse participar de um, ai não precisa convidar duas vezes.

Fico admirado como tem pessoas que se rebaixam de convidar estas pessoas para participar de certas discursões, tentando ganhar um mí­sero link. Lembre-se de apoiar os blogueiros humildes, são eles que vão te ajudar a subir, esqueça os que se acham “grandes” e “primeiros”, pois eles se já esqueceram que a queda é muito mais dolorida para quem está lá no alto do que quem está ainda subindo.

abração para você…

Leonardo Marques disse:

Manoel, parabens pelo post.

Como ele costuma fazer,não vou citar pra não melhorar no pagerank 🙂 …. Essa pessoa que te tratou mal ultimamente tem sido muito arrogante e em seu site tem postado apenas metaposts ou pseudoposts, apenas para gerar mais referencias no google, conteúdo mesmo não tem tido nada!

Eu participo da lista e tá um tédio. você é um dos poucos que postam coisas úteis por lá.

Leandro disse:

Colega,
Vou te dizer o seguinte, o Cardoso é na verdade um “pertubado mental” que apesar de ser muito inteligente e saber se expressar muito bem pela arte da escrita é um cara egocêntrico, nojento, marrento, chato e muito vaidoso. Ele um dia vai ter que “calçar a sandalha da humildade”, pois se não o fizer, vai com certeza estar destinado ao fracasso. Acompanho o trabalho dele a algum tempo e tenho percebido como a fama tem subido í  cabeça dele. Ele é um cara que deveria usar todo o poder que deus lhe deu para construir e não destruir(algo que ele vem fazendo com bastante frequência).
Parabéns pela iniciativa e não da bola para este tipo de gente desquilibrada, realmente o mundo ainda é para o equilibrados e de bom coração.

Mais uma discussão sem sentido, na qual você se envolve sem necessidade. Mas só serve para corroborar o poder democrático que só a internet detém. Em que outro lugar esse “debate” poderia acontecer se apenas uma parte tivesse um meio de comunicação í  disposição?

Fico feliz pela iniciativa de esclarecer os fatos. Fico triste por perceber que a blogosfera brasileira anda tão insalubre. Não é isso o que queremos.

Diego disse:

relaxa, é o primeiro idiotblogger brasileiro,
nao leve-o a sério!

Bender disse:

Cara, também acho que o Cardoso se passou. Fazer esse post foi a melhor coisa para ti.

Neto disse:

Eu li os posts e acho que o Cardoso está passando por aquela fase de “Sou o primeiro, Sou o Melhor”.

Logo logo ele acorda dessa ilusão.
E vê que a Blogosfera não é boba para se deixar manipular.

Eu aconselho relevar…
Discussões como essa não agregam valor í  nada.
E as pessoas aprendem.

Ninguem ganha nada com isso.
Ah sim! Ganha um PageRank melhor! hehe

Buzugo disse:

Tanta discussão, ataques pessoais por tão pouco.
Como alguém comentou acima: “Não levem a vida tão a sério”

Assunção Júnior disse:

Caramba!!!

Pessoal há tempo que visito vários blog brasileiros e percebo notoriamente que vários deles escrevem seus posts do alto de tamancos plataforma número 10000000.000000. Infelizmente são vários que se acham ‘a bala que matou Kennedy’…

Por isso aconselho: leiam blogs de pessoas humildes e simples, lá sim tem algo útil a ser lido.

Não cheguei a ler o blog do Cardoso até o momento que comento aqui.

Quanto ao código, olhando por um lado é bom, mas por muitos outros é mal. Cada um tem que ter sua responsabilidade, seja blogueiro ou não.

A atitude do Cardoso ficou feia apenas para ele, que se acha o primeiro blogueiro do Brasil. 😀

Tonobohn disse:

Não tinha visto os comentários no blog dele. Meu santo, como o Cardoso está sendo ridí­culo, distorcendo a história. Fez o mesmo comigo, dizendo que eu apoio miguxos, etc.

Pra quê?

Tonobohn disse:

Uau. Finalmente a blogosfera está começando a reparar como esse cara é mal-educado. São raros os momentos na lista de discussão que ele realmente adiciona algo, ajuda alguém ou faz qualquer boa ação ao invés de simplesmente manda alguém ‘foder-se’, como fez comigo mesmo.

Agora que já expressou sua opinião, sugiro que simplesmente elimine os feeds dele do seu agregador e deixe essa história pra lá. Comprar mais briga não vai ajudar, infelizmente.

A cada dia ele está se queimando mais na blogosfera. Com o tempo o pessoal vai percebendo isso.

Abraço Manoel!

Marco Gomes disse:

Cara, aconselho que você não se importe com esse tipo de ataque vindo dele. A indelicadeza, pra não dizer má educação, do Cardoso é notória, eu mesmo já fui ví­tima várias vezes. Tanto que parei de comentar o que ele diz, assim como parei de ler seus blogs. /ignore total.

Segue firme e não se importe com pouco 😉

celsojunior disse:

Bom, não queria entrar em briga de gente grande, mas eu li o artigo do Cardoso e vi que, de iní­cio, ele não fez trackback para você e ainda disse que não lembrava o URL do Tecnocracia. Enfim, verdade ou não, acho que se ele também deletou o seu comentário, então a coisa ficou ainda mais séria, uma vez que acredito que você em momento algum fez nenhum ataque í  pessoa dele, logo, não caberia a ele moderar um comentário de defesa, não é mesmo?!

Abraço.

Lu disse:

Copiando o tí­tulo de um livro, Manoel, aconselho-o que “não leve a vida tão a sério”… Isso me lembra aquela historinha de primário, em que um colega coloca apelido no outro: se a ví­tima não ligar, todo mundo esquece do apelido num segundo; se se incomodar, o apelido “gruda” para a vida inteira.

Mas, eu sei, dizem que se conselho fosse bom seria vendido.