Computador barato (que sai caro?)

Em 2006 notei uma coisa que por um lado me deixa muito feliz e por outro preocupado. Os computadores estão ficando cada vez mais baratos e vendidos em qualquer lugar. É ótimo saber que a informática está sendo “acessibilizada”, porém a que preço? Embalagem não é nada! Minha principal preocupação com os anúncios de computadores […]

Em 2006 notei uma coisa que por um lado me deixa muito feliz e por outro preocupado. Os computadores estão ficando cada vez mais baratos e vendidos em qualquer lugar. É ótimo saber que a informática está sendo “acessibilizada”, porém a que preço?

Embalagem não é nada!

Minha principal preocupação com os anúncios de computadores baratos é a relação custo x benefí­cio. A grande maioria das propagandas de grandes redes de lojas de eletrodomésticos (isso, computador igual a [BP]TV[/BP] ou [BP]fogão[/BP]) e hiper-mercados atacando o flanco informático anuncia suas peças como “computador completo” ou “com dvd e [BP]gravador de cd[/BP]”, esquecendo do principal: o motor. Muitos micros anunciados na faixa de R$ 1.000,00 (mil reais!!!) são micros compostos de placa-mãe toda onboard, com limitações de upgrade, pouca memória (128 ou 256 Mb), processadores econômicos (quase sempre Celeron) e monitores de 15″ (que já estão saindo de linha).

Os vendedores estão preparados para vender esses micros principalmente para pessoas que estão comprando seu primeiro computador, parcelado em 10 vezes sem juros e “ideal para iniciantes” (sic). Ora, só porque é o primeiro tem que ser fraquinho? A pessoa quando entender um pouco mais vai se sentir enganada pelo papo de vendedor a que foi submetida.

Material de segunda

Fora a utilização de equipamentos que estão em vias de extinção, como monitores de 15″, leitores de CD mais lentos e processadores semi-extintos, tem a questão da qualidade do material. Não vou citar marcas (o objetivo do artigo não é promover ou difamar nenhuma empresa), mas tenho percebido que algumas placas-mãe conhecidas por queimarem após 1 ou 2 anos de uso estão sendo utilizadas nesses micros, principalmente por seu preço que é quase 50% menor que o principal concorrente.

O problema se repete. O novo usuário, compra seu primeiro computador com um certo esforço, parcelado em 10 vezes sem juros e além de levar um equipamento inferior, corre o risco de ter problemas técnicos por conta da má qualidade antes de terminar de pagar. Garantia ? Normalmente 6 meses no monitor e 3 meses no restante.

Será que pode entrar um processo no PROCON? Não sei, mas se fosse comigo, ia ter briga.

Inclusão Digital (sem vaselina)

A expressão está na moda, e as pessoas estão querendo ser incluí­das, isso é natural. Obviamente as empresas estão atentas para o crescimento dessa demanda e querem gerar uma oferta forçada, sem competência ou qualidade. De vendedores despreparados (um deles não soube me responder coisas simples como a velocidade de gravação do “[BP]combo[/BP]” – palavra que ele desconhecia – e o dot-pitch do monitor) a garantias ridí­culas (já citadas), fora a qualidade da máquina, a estratégia de guerra para empurrar um computador gato por lebre tem prejudicado o mercado sério e responsável, por competição desleal.

Pior ainda que o hardware é dizer que muitos computadores estão vindo com o MS Windows versão “light” (que tem muitas limitações de uso) ou o Linux instalado. Não que o Linux seja um sistema ruim, pelo contrário, mas a maioria das pessoas contrata um técnico de fundo de quintal para instalar os produtos mais utilizados, todos piratas (claro). Ou seja, criou-se mais um foco de pirataria.

Desfazendo os equí­vocos

Não sou contra a inclusão digital (bem feita), muito menos ao barateamento dos micros ou outros [BP]equipamentos de informática[/BP], nada disso! Se você pensou dessa forma, ou entendeu errado ou não me expressei corretamente. Sou contra ao uso de iniciativas nobres como isenção de impostos para computadores abaixo de determinada faixa de preço, ou termos hype, para empurrar qualquer porcaria í s pessoas protegidos pela ignorância ou ingenuidade dos compradores.

Se você tem um amigo, um conhecido, um colega, o porteiro do seu prédio ou qualquer outra pessoa que esteja prestes a comprar sua primeira máquina, não hesite em oferecer ajuda. Avalie as condições financeiras da pessoa, o poder de pagamento e sugira uma configuração de acordo, com possibilidade de upgrades futuros, com um material de boa qualidade e garantia maior. Indique o financiamento do governo (Computador para Todos).

Faça sua parte, doe um pouco do seu conhecimento e talvez você tenha de volta a felicidade de criar um futuro profissional da área, ou no mí­nimo um futuro consumidor dos seus produtos / serviços.

Marcio disse:

Se o técnico sabe instalar os programas mais populares, como pode ser considerado de fundo de quintal?
Olha para o governo e para os cidadãos pobres, veja quem é o criador da pirataria!

Dimas Cunha disse:

Comprei um computador anunciado pela revista Escola,marca Itautec em 10 vezes e nele veio instalado o maldito Windows Starter Edition.A empresa Itautec deveria pensar numa maneira menos dolorosa de torturar os incautos professores que de informática não tem muito conhecimento.Ainda dizem a Revista Escola e a Itautec que é o computador do professor…
Desde que comprei o computador até hoje estou com problemas com a máquina que está sempre em estado sem suporte!Que vergonha!Esse é o barato(e não foi barato) que sai caro,com certeza

LerEnrill disse:

хех.. актуальная тема 🙂 ..

Alguem disse:

Pois é essa historia de comprar computador sem fazer pesquisas de preços e de tecnologias não da certo. É necessario pesquisar bem antes para saber o que ta comprando. Ja encontrei computador em lojas de informatica a menor preço dos de supermercado so que muito melhor. Eh so pesquisar nas lojas de sua cidade que voce deve achar algo bom.

Outra coisa que eu acho horrivel é que as lojas passam poucas especificações sobre o produto, exemplo dizem que tem 512mb de ram mas nao dizem a frequencia da mesma, fabricante, modelo, latencias, etc. E ai fica mais dificil saber a qualidade do produto.

angela disse:

saber mais sobre ofertas de computadores

Alberto disse:

Realmente o barato sai caro!

E vejo isso no caso de um amigo meu.

Eu comprou na última Quinta-Feira eu computador no Carrefour, 512 mb de ram, Hd de 80Gb, o processador Intel, alguma coisa, tela lcd, etc…

Mas acho que ele se arrependeu…

porque, eu fui em uma banca de jornal comprar um game pro pc dele (ele me chamou pra ver configurações para o jogo rodar, etc).
ele foi ver os “jogões”, tipo de corrida, simuladores, etc…

Conclusão de uns 15 Jogos que le se interessou, só UM serviu perfeitamente no pc dele!!!

o problema , é a placa de ví­deo! (o pc dele não tem, acho q nenhum pc “tipo casas bahia”, “tipo carrefour” vem com placa de ví­deo, ou estou enganado?)

MAS O PROBLEMA DELE FOI UM SÓ!

Falta de planejamento para comprar o computador.
tipo, ele e os irmãos chegaram um dia, com a idéia de comprar o pc novo, no outro dia eles compraram, e não ouve nenhum tipo de planejamento, antes!!!

Eu mesmo, estou querendo trocar meu cpu, eu tenho o dinheiro na mão (meu amigo comprou no famoso 10X c/ juros) e estou pesquisando, lendo a mais ou menos 2 meses, pra q isso, para saber a configuração “mais perfeita” para minhas necessidades!

E HOJE, DIGO UMA COISA COM TODA CERTEZA: COMPUTADOR “TIPO CASAS BAHIA”, NíƒO Dí CERTO!!!

Cleber F. Camilo disse:

Bom o governo Federal falou inclusão digital;Mas inclusão no bouço do povo brasilheiro; pelos HiperMercado que vende umas maquina que não cerve para nada. Com Windows Starter Edition pior que a velha maneira de controle DOS.

Grato:.

João Carlos disse:

Não sei o que os Srs querem dizer com “que o primeiro tem que ser fraquinho?” Eu vendo esses computadores fraquinhos que os Srs estão comentando ex: celeron D 315, a quase três anos e até hoje muitos clientes para quem eu vendi,estão com o mesmo em plenas condições de uso básico.
o que leva um cliente com o perfil que eu atendo, vá precisar de uma super máquina, se ele ou seus filhos usa essas “maquininhas sem futuro” como os Srs dizem, se eles usam essa mesma para ter acesso a internet banda larga,fazer um trabalho da escola ou faculdade, asistir um filme,ou se divertir com algum jogo.
Não sei o que os Srs querem dizer.

Eu sou responsãvel pela criação visual de alguns LINUX deste mercado canibal e venho oferecer uma percepção do que acontece do outro lado. O fabricante foi prensado pelos limites do governo para isenção e nestes casos o que dança é a qualidade. Foi assim na antiga e falida LEI DE INFORMíTICA que barrou o crescimento na década de 80. Toda a cadeia produtiva vai junto. Eu monto as telas para os sistemas Linux que outro profissional configura para ser distribuí­do nestes micros e o que escuto toda vez é: O CARA GANHA NO VOLUME. A MARGEM DE LUCRO É TíƒO BAIXA QUE 1 OU 2 REAIS A MAIS PREJUDICA TODO O PROJETO, ETC… Isto vai radicalmente de encontro a minha ética profissional. Acredito como vcs que o melhor produto só traz mais clientes. Mesmo que a margem seja baixa, mais clientes significam mais vendas, mais lucros. Melhor, um produto honesto mesmo que fique obsoleto rapidamente, traz o cliente de volta para algo mais sofisticado. Vale a pena o esforço nosso junto aos potenciais clientes, mas vale também o esforço para gradativamente ir mudando “por dentro” a mentalidade do empresário.

Rangel disse:

Realmente, esse computador só sai barato para um usuário que nunca usou um computador, eu não dou tres meses para essa pessoa começar a sentir que fez um mau negócio e que foi enganado.
Tem que parar com essa mania de comprar a coisa sem se informar antes do que ta comprando … o famoso comprar gato por lebre …
E nem me fale do Windows Starter Edition …PURA TAPIAÇON!
Abs

Camilo disse:

Pode crer.

Ontem não deixei minha cunhada comprar um computador HP no Extra por R$2500.
A máquina era até boa, Dual Core, HD de 160GB, Memória de 512MB, Placa de Ví­deo de 128MB, mas ela estava pagando a marca.
Falei que dava pra comprar uma máquina semelhante gastando uns mil reais a menos (ou quase isso).

Ainda tem esse Windows Starter Edition que é uma piada.

[ ]´s