Tema: Internet

Um novo projeto comunitário

Estou envolvido na concepção de um novo e muito interessante projeto comunitário (voltado í  comunidade, não um blog coletivo) junto com um pessoal muito bacana e gostaria da ajuda de vocês durante o processo. Por enquanto – como o segredo é a alma do negócio – não posso divulgar do que se trata, mas posso garantir que é interessante para os blogs em geral.

Preciso conhecer um pouco de você, meu caro leitor ou assinante deste blog. Vou pedir-lhe o favor imenso de me enviar um e-mail ou responder nos comentários as seguintes questões (é rapidinho, prometo): Continue lendo “Um novo projeto comunitário”

Comentário legal = Camiseta bacana. Resultado!

Olá pessoal, desculpem a demora no resultado. Foram muitos comentários durante a Maratona Blogando24h e eu tive que ler todos com calma, colocando no contexto do artigo a qual eles estavam relacionados. Além disso, muito trabalho nos últimos dias. Mas vamos lá!

O comentário vencedor é o de Lúcia Freitas (a LadyBug) no artigo RSS no Orkut. Pérolas aos porcos? (ou, “oi, me subs?”), transcrito abaixo.

Então, Manoel. A gente faz tutorial, reconta, remixa, e o RSS continua um solene desconhecido do grande público da web. Acho que há duas questões importantes:
1. necessidade: quem precisa receber um montão de notí­cias?
2. Dificuldade de operar o sistema. Depois que você entende e aprende, a assinatura é fácil, fácil. Mas explicar que vc lê sem entrar na página é uma epopéia, mesmo quando o público é de usuários experientes.
Temos que lembrar, também, que a falta de padrão é coisa de louco. E que muita gente não cria seus feeds adequadamente. Aliás, bom tema para um post, esse.
bjs

Comentado por Lúcia Freitas

Parabéns, Lu! E obrigado a todos que comentaram, participaram, dando apoio, temas para discussão e principalmente me acordando lendo os artigos.

[tags]Tecnocracia, Blogando24h, Promoção, Resultado[/tags]

Visitantes e leitores da Google, sejam bem vindos

Visitas ilustresEstava conferindo umas estatí­sticas no Google Analytics e pela primeira vez fui conferir de onde vinham os meus visitantes internacionais. Qual não foi a minha surpresa quando notei na lista de localidades um “Mountain View“. Resolvi tirar a limpo e conferi o endereço de rede: Google Inc. Ainda achando que poderia ser bot, fiz umas comparações como qual o navegador, resolução de tela, palavras-chave, etc. Concluí­ que eram seres humanos e, por mera curiosidade, levantei os números acumulados de 2007. Continue lendo “Visitantes e leitores da Google, sejam bem vindos”

O fim da primeira maratona – 24 horas depois

Corujão da madrugadaReservei o último texto para avaliar, com o momento ainda presente, essa loucura que inventamos de fazer. Definitivamente, ficar 24 horas sem dormir e trabalhando a mente, criando artigos (não, eu não programei com antecedência) e escrevendo, respondendo comentários, não é uma tarefa fácil. Nenhum trabalho de Hércules, mas que foi dose, foi.

A grande lição é que desafios são bons para estimular-nos, e no meu caso me estimulou bastante o cérebro, a criatividade e principalmente me serviu para mostrar que é possí­vel encontrar pauta dentro do tema proposto pelo site, manter a qualidade dos textos escritos mesmo quando se está cansado. Foi uma experiência pouco semelhante com a de uma editoria, creio eu. Com a diferença de que os temas e prazos eram definidos por mim, e a linha editorial a seguir era apenas a minha opinião e conhecimento. Continue lendo “O fim da primeira maratona – 24 horas depois”

Economize banda hospedando imagens fora do blog

do not hotlinkCom a banalização dos valores de armazenamento, hospedagem ficou muito barato e oferecem vários gigabytes de armazenamento. Com todo esse espaço, os blogs se empolgam no upload para o servidor de suas imagens dos artigos. O problema é a banda contratada, que somando o tamanho do site, o número de visitações e ainda a ação dos bots e spiders, vai por água abaixo e pode acabar antes do mês.

Muitos serviços estão sendo utilizados por blogs que possuem hospedagem própria, que antes eram utilizados apenas por quem não tinha muito espaço ou hospedava no blogger (que não lida muito bem com publicação de imagens). São as hospedagens de imagens gratuitas. Continue lendo “Economize banda hospedando imagens fora do blog”