Tema: Internet

Central de Relacionamento Banco Real/Santander

Um novo golpe está sendo aplicado nos clientes do Banco Real e é provável que também se aplique ao Santander. Basicamente, o golpista usa de engenharia social para convencer a vítima a fornecer os algarismos de 3 dígitos, usados após o fornecimento da senha em caixas eletrônicos e, em alguns bancos, também no Internet Banking.

O grande perigo e fator de atenção aqui é o fato de o golpista possuir, e informar à vitima, todos os seus dados pessoais, como: número do CPF, endereço, número e categoria da conta bancária, filiação, etc. O que sugere vazamento de informações internas e exige investigação. A única coisa que o bandido pede são os 3 números de confirmação para, segundo ele, validar as operações de migração da conta bancária do Real para o Santander. Continue lendo “Central de Relacionamento Banco Real/Santander”

Submarino começa a testar sua vitrine de produtos

vitrine-submarinoMais de 1 ano após o lançamento da primeira versão de vitrine do Submarino feita pelo Bernabauer (que já está na versão 3.2), o Submarino começa a testar sua própria vitrine (em forma de widget javascript). Acabei de descobrir hoje, fuçando os links disponí­veis na página de afiliados semi-escondidos (deixaram um “.” denunciador).

A versão disponí­vel (que ainda não foi anunciada aos afiliados) exibe de 1 a 4 produtos, na posição vertical (o CSS vem embutido) e uma caixa de busca no final. Pelo código no site, a exibição é feita apenas por categorias e na versão disponí­vel só estão liberadas 6 delas: Informática & Acessórios, Beleza & Saúde, Câmeras Digitais, Celulares & Telefonia Fixa, Eletrônicos e Perfumaria. Senti muita falta de livros, por exemplo.

Além da vitrine, que você pode configurar através deste link, há também a opção de adicionar apenas a caixa de busca, através desse link.

vitrine-submarino-busca

Sei que nem mesmo foi lançado, mas já deixo aqui dicas para o Submarino implementar:

  • Plugin WordPress com página de configuração local
  • Liberação de todas as categorias de produtos para a vitrine
  • Possibilidade de configurar tags para que a vitrine se torne contextual ao artigo exibido
  • Personalização do CSS, para exibir em qualquer formato que quisermos

Código da Vitrine Submarino

<script language="javascript" src="http://i.s8.com.br/images/vitrine-afiliados/modelo01/vitrine_submarino.asp?franq=SEUCÓDIGOAFILIADO&categ=10&qtd=4"></script><div id="subaf" style="text-indent:-90000px"><a href="http://www.submarino.com.br">Submarino.com.br</a></div>

Código da Caixa de Busca Submarino

<script language="javascript" src="http://i.s8.com.br/images/vitrine-afiliados/modelo02/vitrine_submarino.asp?franq=SEUCÓDIGOAFILIADO"></script><div id="subaf" style="text-indent:-90000px"><a href="http://www.submarino.com.br">Submarino.com.br</a></div>

TwitterTrain. It’s a trap!

Twitter TRAP

IT’S A TRAP!

Ontem eu acessei um site indicado no Twitter que prometia “aumentar seu número de seguidores”. Fui conferir e de cara desconfiei, pois o site pedia que eu logasse no Twitter – pelo menos era usando o OAuth, que funciona como um OpenID, em que eu não preciso fornecer minha senha dentro do site externo.

Ao logar no OAuth e ser redirecionado para a página seguinte, descobri do que se tratava. Um esqueminha bem porco, de pirâmide, que te obriga a seguir todo mundo que está listado na primeira página e após isso faz com que seu usuário esteja presente como um dos listados (se é que faz mesmo, pode ser tudo parte do golpe). Como todo esquema de pirâmide, funciona para os primeiros usuários, do topo da pirâmide (HerbaLife mode on). E como método de aumentar sua base de seguidores, é tão artificial quanto o tal script polêmico. Continue lendo “TwitterTrain. It’s a trap!”

Golpe em caixa eletrônico do Unibanco

Pior que receber um e-mail com uma balela e ser responsabilizado por qualquer cagada, é ser enganado dentro do ambiente que você deveria considerar seguro. Um caixa eletrônico não deveria ser vulnerável a esse ponto.

E não estou falando de nenhuma traquitana montada por fora do caixa, com uma câmera ou coisa parecida. O probleme nesse caso é uma alteração interna, no software do equipamento, fazendo com que se pareça legítimo. Continue lendo “Golpe em caixa eletrônico do Unibanco”

A Monster desembarcou no Brasil

PUBLIEDITORIAL

monsterlogoUm dos maiores sites de recrutamento do mundo, Monster.com, finalmente estréia sua versão brasileira. A Monster já possuí­a versões em praticamente todos os paí­ses e inclusive, uma versão para a América Latina. Recentemente criaram um site especificamente para o público brasileiro, que é conhecido na Internet por ter caracterí­sticas e necessidades singulares.

í€ convite da agência que cuida do site, visitei, fiz algumas buscas e testei-o, sob o ponto de vista do usuário e abaixo segue um pequeno relato do que percebi.

  • A primeira coisa a relatar num site de empregos, obviamente, é a busca. Simples e direta, porém com poucos resultados. Mandei listar todas as vagas disponí­veis em São Paulo e voltaram 43. Ok, isso se releva, já que é a estréia do site no Brasil e a versão internacional não era muito conhecida por nós.
  • A experiência ao digitar meus dados também não foi boa. São muitos dados numa tela só, não há a possibilidade de salvá-los parcialmente, se eu não preenchi ainda todos os campos obrigatórios. Isso dá preguiça, cansa, mesma sabendo que o nego tá preenchendo uma ficha para procurar emprego. Ele quer que seja fácil e rápido.
  • Não encontrei uma opção para importar dados de um documento ou outro site. Apenas uma parte de anexo de currí­culo, que mesmo assim me pede para digitar diversos campos manualmente, os mesmos exigidos para quem escolhe a opção de digitar (sem o anexo). Detalhe, chamar o formulário de “monster”, dá a entender que ele é enorme. #fikdik.
  • O layout é leve e bonito, bem simples de se navegar. Tem uma boa arquitetura da informação (a busca está onde esperamos que esteja, o menu é auto-explicativo, etc). Ponto positivo.
  • Já a usabilidade deixa um pouco a desejar. Algumas inconsistências podem fazer o usuário desistir, por ter que pensar demais antes de agir. Dois destaques: ao selecionar uma localidade no menu dropdown da página de busca, o menu continua aberto; preenchendo meus dados de perfil, algumas opções mudam minha navegação, por exemplo, ao clicar em Mí­dias, some o menu.
  • Gostei do resumo do “job description” ao passar o mouse sobre os resultados de uma busca. Uma pequena inconsistência notada nessa parte é o link sem tradução “full job description”.

job description

  • A área de Carreira, ainda no começo também, já possui vários artigos interessantes, mas ainda é pouco. Se aceitam sugestões, penso que poderiam haver testes, entrevistas com pessoas do mercado, empresários bem sucedidos, avaliações de Q.I. e inclinação profissional, geradores automáticos de cartas de apresentação e quem sabe até informações trabalhistas. Espero que evolua nesse sentido.
  • Há também uma área chamada Networking (obviamente, pouco populada), que dá a entender ter a intenção de ser um mini-linkedin. Funções sociais de mensagens, indicação, recomendação, contato, etc. Mais uma vez, penso que poderia já ter começado com uns perfis de convidados, super bem preenchidos, para dar exemplo e fomentar o preenchimentos dos novos usuários. O pessoal acaba deixando por fazer, ficando assim:

monsterbrasil networking

Conclusão

Acho bem legal uma empresa como a Monster se interessar pelo mercado brasileiro, mas espero sinceramente que eles fiquem atentos para os pequenos detalhes e se empenhem em fazer o site ficar tão bom quanto o internacional, pois a grande vantagem que ele possuem sobre os concorrentes é justamente a integração da base de dados de vagas com os outros afiliados no resto do mundo.

E você? O que achou do Monster Brasil?

O Monster Brasil quer saber o que você acha do novo site e está premiando feedbacks dos seus usuários. Faça um post como esse em seu blog, dizendo o que você achou do site do Monster no Brasil, com crí­ticas e sugestões, e depois faça um trackback ou um comentário aqui nesse post, informando o link do seu blog. Os 10 primeiros vão faturar um livro “A cabeça de Steve Jobs“, cedido pela Monster Brasil.

UPDATE: CONCURSO ENCERRADO (18/06/09)

Os ganhadores do livro “A cabeça de Steve Jobs” foram:

Parabéns e obrigado pela participação. A Diana Santos, da agência ViaNews, vai entrar em contato com vocês via e-mail para pegar seus endereços e remeter seus livros.

* Este é um publieditorial. Faça como esse cliente e anuncie neste blog.